Empresa criada no Insper entrega produtos na casa de clientes

Por Insper

Shopper nasceu após alunos perceberem que os preços cobrados por mercados de bairros eram praticamente iguais aos de grandes redes

Não é raro encontrar uma empresa que surgiu de um trabalho na faculdade. A marca de roupas norte-americana Alice + Olivia, por exemplo, nasceu após as alunas Stacey Bendet e Rebecca Matchett terem uma aula de negócios na Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Hoje, a linha é vendida em mais de 800 lojas ao redor do mundo. Outros nomes famosos criados a partir de parcerias entre estudantes são Facebook, Google e Instagram.

Se você pensa que isso é coisa de estrangeiro, saiba que no Brasil também há muitas ideias boas surgindo nas universidades. Uma delas é o Shopper, startup que entrega itens essenciais na casa das pessoas, como produtos de limpeza e higiene pessoal, a preços até 40% mais baratos que nos supermercados. A empresa foi idealizada pelos estudantes do Insper Fábio Rodas Blanco e Bruna Vaz Negrão.

IMG_2972

Alunos de Economia e Administração do Insper participaram de treinamento de comunicação e vendas dado pelo time da Shopper, com apoio da empresária e mentora Olésia G.

“Ao longo da faculdade, criamos uma ONG chamada Renovatio. Boa parte do trabalho que fazíamos envolvia ir a diferentes comunidades de São Paulo e, em uma dessas viagens, percebemos algo estranho: os produtos básicos eram tão caros quanto nos supermercados da região central da cidade. Esse foi o primeiro estalo que nos fez começar a estudar a fundo esse setor e entender as ineficiências da cadeia de suprimentos brasileira”, conta Fábio.

Com base em modelos internacionais, como a Soap.com da Amazon, além de aulas inspiradoras da matéria Startup Lab, do professor Marcelo Nakagawa, e o apoio da Liga de Empreendedores do Insper, a equipe do Shopper decidiu testar sua ideia no mercado. Eles fizeram um MVP (Produto Mínimo Viável) que passou oito meses na fase beta. “Adaptamos aos poucos o modelo à realidade brasileira até que atendesse muito bem nossos clientes. Quando o negócio ficou 100%, começamos a investir e a crescer”, diz Fábio.

Lançada em fevereiro de 2015, a empresa já fez mais de 2 mil entregas. Em 2016, o Shopper cresceu em média 25% ao mês, embora a partir de setembro o número tenha subido para 50%. “O índice de que mais nos orgulhamos é o de satisfação dos clientes. O nosso é de 95%. Em comparação, a média do e-commerce em 2015 foi de 65%”, afirma Bruna.

Matéria Insper 4

Para utilizar o serviço do Shopper é simples: basta se cadastrar no site e dizer quais produtos você quer receber. Assim, todos os meses na data determinada será entregue uma cesta com os itens solicitados. O cliente pode realizar qualquer alteração no pedido até seis dias antes da entrega.

Por enquanto, o Shopper só atende a cidade de São Paulo e cobre cerca de 80 bairros. Para saber se a cesta pode ser entregue onde você mora, basta digitar o CEP no site www.shopper.com.br e conferir. Em 2017, a estimativa é que o serviço continue crescendo 50% ao mês. “Pretendemos sempre manter a qualidade e o maior índice de satisfação do mercado”, revela Fábio. A expansão das regiões de entregas também está nos planos.

Matéria original:

https://www.insper.edu.br/vestibular/2016/11/16/empresa-criada-no-insper-entrega-produtos-na-casa-de-clientes/